Monthly Archives: April 2014

Álbum da Semana – Green Day [Nimrod]

Nimrod_álbum

Hoje o Álbum da semana fica com NIMROD do Green Day, que na minha opinião só perde para o INSOMNIAC e, por incrível que pareça, eu não acho o DOOKIE o melhor disco da banda.

Resolvi citar este álbum também pela história que tive quando o comprei, que até comentei no Instagram, mas, não entrei em detalhes.

Em 1999, costumava muito ir até a Santa Ifigênia, na época um lugar indispensável para quem era técnico de informática ou tocava algum instrumento musical. Naquela época, havia o que chamamos de BOX de vendas bem no viaduto Santa Ifigênia, eu saia do metrô São Bento e passava por todos os boxes, quando me deparei com este CD, o mais interessante é que o dono do Box(barraquinha) só trabalhava com cd’s originais e, o dono desse box era amigo do meu Pai. Eu com o dinheiro contado, de longe não conseguiria comprar o cd naquele momento, mas, a amizade com meu pai, fez o rapaz soltar a frase tão esperada: “- Magrão, leva esse cd ai que eu acerto com seu pai depois….”

Cheguei em casa, expliquei a situação para o meu pai, que deu um sorriso de canto e disse que estava tudo bem. No final das contas, não sei como foi o pagamento do mesmo. rs

Disco fundamental, mostra uma mudança positiva na banda, mais instrumentos, mais experimentos. Vai do Punk Rock à capela com violão, é um disco bem distinto dos anteriores, tanto do tão punk rock e estourado Dookie e do assombroso Insomniac.

E vamos a Track List:

1. “Nice Guys Finish Last”
2. “Hitchin’ A Ride” – 2:51
3. “The Grouch” – 2:12
4. “Redundant” – 3:17
5. “Scattered” – 3:02
6. “All the Time” – 2:10
7. “Worry Rock” – 2:27
8. “Platypus (I Hate You)” – 2:22
9. “Uptight” – 3:04
10. “Last Ride In” – 3:47
11. “Jinx” – 2:12
12. “Haushinka” – 3:25
13. “Walking Alone” – 2:45
14. “Reject” – 2:05
15. “Take Back” – 1:09
16. “King for a Day” – 3:13
17. “Good Riddance (Time of Your Life)” – 2:34
18. “Prosthetic Head” – 3:38

O mundo portátil

O Vapt-Vupt de hoje é dedicado aos entusiastas e profissionais que trabalham com sistemas POSIX (Portable Operating System Interface), que vem ganhando muito espaço com placas menores e mais baratas, geralmente OPEN SOURCE como: Arduino, Galileo, Raspberry PI e agora a BananaPI e a HummingBoard.
Eu já venho trabalhando com Arduino há quase dois anos, e realmente o mundo de possibilidades que ele abre é sensacional.

Vale muito à pena ler o texto disponível no site da Linux.com e entender melhor este mundo.

TAGS: POSIX, Arduino

Álbum da Semana – The Transplants [Transplants]

album-transplantsEm 2002, ano em que o primeiro cd do Transplants foi lançado, eu estava tocando muito por aí músicas do Green Day, Pennywise, NOFX etc. Dividia meu tempo entre tocar, estudar e trabalhar. Mas, desde moleque sempre tive uma queda para o lado da música eletrônica, Hip Hop, R&B etc. Só que em 2002, o Drum’and’Bass (vertente de música eletrônica) não saia do meu então discman(eu gastava 4 pilhas AA por semana). Onde quero chegar? justamente no encontro entre o que eu estava ouvindo e este CD.

Travis Barker (Blink182, Boxcar Racer, +44, Transplants) é um dos bateristas que me inspirou a tentar aprender a tocar bateria e, ele fez todas as músicas do primeiro cd do Transplants com uma levada muito Drum’n’Bass. Isso fez um link muito legal entre o cd e o que eu estava ouvindo, além de ter como companheiros de banda Tim Armstrong (Rancid, Operation Ivy, Transplants etc) e Rob Aston, um rapper praticamente da turma do Snoop Dog (no qual sou fã também). Resumindo: Um Álbum que mistura um pouco de eletrônica, Rock e Hip Hop! Preciso explicar mais alguma coisa? Vale muito a pena ouvir este CD, e vale muito a pena ouvir os cd’s das bandas mencionadas acima, que provavelmente aparecerão por aqui.

Vamos a Track List:

  1. “Romper Stomper”
  2. “Tall Cans in the Air”
  3. “D.J. D.J.”
  4. “Diamonds and Guns”
  5. “Quick Death”
  6. “Sad But True”
  7. “Weigh on My Mind”
  8. “One Seventeen”
  9. “California Babylon”
  10. “We Trusted You”
  11. “D.R.E.A.M.”
  12. “Down in Oakland”

Como era o website naquela época?

blog_logo_wayback_210x77Já imaginou como era o website que você costuma acessar lá em 1999, por exemplo?
O site WaybackMachine faz com que você possa se lembrar. Para quem acessa a internet desde aquela época, consegue avaliar o avanço do site, ver algumas notícias da época, e claro, vai bater aquela nostalgia !
Deixo aqui como exemplo, o site do google em 17/01/1999.

 

Quem tem mais?

A galera da MapBox, querendo esquentar mais ainda a rincha entre as marcas de smartphones que temos no mercado, criou um site mostrando, através de tweets, quantos dispositivos (Apple, Android, Backberry, outros) existem na região onde você mora. E aí, consegue contar? Site Oficial

Ictio, O Vilão!

IMG_0114Um mês atrás, percebi que meus dois Oscars (Apaiari) estavam apáticos e meio jogados de canto, coisa muito atípica para essa espécie. O problema? Superlotação e Ictio!

O Ictio pode surgir no aquário por vários motivos, dois deles pode ser a temperatura da água muita baixa e a qualidade da água, que consequentemente prejudica a imunidade do peixe. O Ictio é um fungo facilmente identificado, parece bolinhas de algodão e ficam expostos externamente no corpo do animal.

A temperatura do meu aquário sempre foi estável, devido ao termostato e o sistema de monitoramento que estou desenvolvendo, este por sua vez monitora a temperatura e mais alguns itens (bombas, Filtros, Luminárias etc), que pode ser visualizado pelo site ou pelos tweets que ele faz de hora em hora. Caso ocorra alguma anormalidade, o sistema entra em ação ou eu faço algum procedimento remotamente. Resta então a qualidade da água, que por sua vez não estava lá aquelas coisas, junto com os dois Oscars, haviam três Tilapias de pequeno porte, que acabaram crescendo, assim como os dois oscars também. Consequência: A qualidade da água foi piorando, o PH foi ficando mais ácido, os níveis de Amônia e Nitrato foram subindo. Como meu sistema ainda não mede o PH, este fiz manualmente, mas, foram duas semanas para conseguir estabilizá-lo.

Tratamento:

O tratamento de ictio é bem tranquilo, mais ainda no caso do Oscar, por ser bem resistente.

  1. Caso seja temperatura baixa (no caso do Oscar, a temperatura ideal é entre 23ºC ~ 26ºC), tente estabilizá-la. E se os habitantes já estiverem com Ictio, deixe 2ºC acima;
  2. Troca parcial de água (TPA) de dois em dois dias, em média 20% do volume do aquário;
  3. Entre uma TPA e outra, adicionar Labcon Aqualife ou qualquer fungicida equivalente – 1 gota para cada 2 litros;
  4. Meça, se possível, duas vezes por dia o PH do aquário e tente manter o PH equivalente ao habitante (Interessante ter em mãos tamponadores ácido e alcalino);
  5. Em aquários plantados, é interessante separar os habitantes com ictio em aquários hospitais;
  6. Na primeira semana de tratamento você vai perceber avanços, principalmente na coloração e alimentação;
  7. Com o sumiço do ictio, pare de tratar com aqualife, aumente o tempo de TPA, sempre acompanhado com Aquasafe

Este passo à passo, ajudará no tratamento. Vale lembrar que dependendo dos habitantes, por exemplo: Acará Discos, Neon Cardinal, Borboletas, o tratamento deve ter muito mais cautela, por serem peixes extremamente sensíveis.

Hoje, as Tilapias foram para um lago. Meus dois Oscars continuam no aquário de 250L (sim, pequeno!), mas, já estou planejando uma casa maior.

Espero ter ajudado de alguma forma com essa dica de hoje.

Forte abraço!

Álbum da Semana – Jack White [Blunderbuss]

Blunderbuss

Num sábado à noite, conversando com meu concunhado André, estávamos falando de artistas que seguiram carreira solo. Quando ele me perguntou; – Beto, você já escutou o novo trabalho do Jack White? 

Quando ele estava terminando a pergunta, me veio em mente Mag White e aquela bateria horrenda dela! Respondi que não, mas, que gostaria de ouvir.

O meu respeito pelo Jack White concretizou-se ali. Uma mistura de Rock, Jazz, uma viagem aos anos 50, uma voz que parece que vai rachar no meio. O Ápice chega na “Hypocritical Kiss”, que bate de frente com alguns acontecimentos de 2013, mais diretamente a uma pessoa da família.

Quando ouvi “Take Me With You When You Go”, viajei completamente no piano. Lembrei de um primo pianista, e quase liguei pra ele, pra ele ouvir.

O CD é da primeira até a última faixa conceituado, músicos de primeira linha. Jack foi realmente muito feliz neste trabalho solo.

Vamos então à track list:

1.  “Missing Pieces”
2.  “Sixteen Saltines”
3.  “Freedom at 21”
4.  “Love Interruption”
5.  “Blunderbuss”
6.  “Hypocritical Kiss”
7.  “Weep Themselves to Sleep”
8.  “I’m Shakin'”
9.  “Trash Tongue Talker”
10.  “Hip (Eponymous) Poor Boy”
11.  “I Guess I Should Go to Sleep”
12.  “On and On and On”
13.  “Take Me with You When You Go”

E claro, vou agradecer ao Andre sempre, por me apresentar este grande trabalho.

Digital Paper da Sony

05-sony-digital-paper-divulgJá imaginou um gadget que você consiga ler e escrever? Pois é, a Sony imaginou! O Digital Paper da Sony pretende abrir mais um segmento no mercado. Logo logo, estará disponível nas lojas. Confira no Site Oficial.

O que é Aquariofilia?

aquarismo ou aquariofilia é a prática de criar peixes, plantas e outros organismos aquáticos, em recipientes de vidro, acrílico ou plástico conhecidos como aquários, ou em tanques naturais ou artificiais para fim ornamental ou de estudo, distinguindo-se assim essa atividade da piscicultura ou aquacultura, que têm aspectos de produção.

O aquarismo, assim como o paisagismo, é uma atividade que combina uma demanda por senso estético e conhecimentos técnicos diversos, como biologia básica (ciclo do nitrogênio), química básica (pH) e outros.

Fonte: Wikipédia

Adeus, Windows XP!

O Windows XP, da Microsoft, está chegando ao fim do prazo limite de suporte (10 anos), e muitos profissionais de TI que ainda utilizam este Sistema Operacional, já estão começando a “se coçar”.

Apresentado ao mercado em 2003, a tarefa do XP era substituir o catastrófico Windows ME e o estável Windows 2000 Professional. Trazendo um visual mais elegante, novas funcionalidades e compatibilidades, atraiu e agradou os usuários, tornando-se um dos Sistemas Operacionais mais utilizados da MS.

Com a chegada do Windows Vista em 2005, a expectativa era um Sistema Operacional melhor que o XP, o que não ocorreu! E fez a Microsoft, mais uma vez, ter que continuar com o XP como ressalva.

O sucesso então chegou no Windows 7, lançado em 2009 e aceito pelo público. O então novo Sistema Operacional, juntava a leveza do XP com uma interface mais bonita, que era a meta no Windows Vista.

Mas a pergunta que não quer calar: E agora, o que eu faço?

O fim do suporte, significa que não haverá mais atualizações, tanto para o SO quanto para aplicativos terceiros.

Se você possui, por exemplo, o Microsoft Security Essentials, perceberá que uma notificação já começou a aparecer e que o mesmo fica com o status de “Potencialmente Desprotegido”, o que pode acontecer com demais produtos, como por exemplo, Office; Windows Media Player; Skype etc.

A dica é tentar um upgrade para o Windows 7, caso o desktop/notebook suporte. De repente um simples upgrade de memória, já facilita o upgrade do Sistema Operacional.

Se o problema for mais grave, ou seja, um sistema que de fato não suporte Windows 7, o jeito é trocar o desktop/notebook ou continuar com o Windows XP, mas, redobrando a atenção.

No meio corporativo, a Microsoft faz incentivos de upgrade, através da licença e cobrando um valor simbólico para tal mudança, até mesmo quando a empresa faz upgrade do parque, onde já vem com o Sistema Operacional mais atual. O problema maior, é quando o Sistema Operacional em questão trabalha como serviço ou “servidor”. Neste caso, os padrões adotados são: Trabalhar no desenvolvimento da ferramenta para o Sistema Operacional mais atual ou tentar fazer a ferramenta trabalhar em modo de compatibilidade.