Adeus, Windows XP!

O Windows XP, da Microsoft, está chegando ao fim do prazo limite de suporte (10 anos), e muitos profissionais de TI que ainda utilizam este Sistema Operacional, já estão começando a “se coçar”. Mais »

O que é Aquariofilia?

O aquarismo, assim como o paisagismo, é uma atividade que combina uma demanda por senso estético e conhecimentos técnicos diversos, como biologia básica (ciclo do nitrogênio), química básica (pH) e outros. Mais »

Vapt Vupt!

No Vapt Vupt! de hoje, vamos falar do reader/writer da Sony. Digital Paper, pode deixar alguns gadgets como o kindle, por exemplo, pensando em mudar algumas coisas... Mais »

Álbum da Semana

Toda semana vou postar um álbum que ouvi e gostei, seja ele descoberto (sem querer), por indicação de algum amigo etc. Mais »

 

[Aquário] Canal do Aquário

logo_blog

Galera, pra acrescentar mais conteúdo sobre o mundo dos aquários, eu, em parceria com meu amigo aquariofilista Lincoln Pires, criamos um canal sobre o tema, chamado Canal do Aquário (CDA).

Este canal, que além do blog, terá também conteúdo no Youtube e Facebook, tem como foco auxiliar quem está começando, e também agregar conhecimento pra quem visita e para os amigos deste hobby.

Espero vocês lá !!

Álbum da Semana – Angels and Airwaves [LOVE]

Love_cover
Hoje, o álbum da semana fica por conta de Angels And Airwaves ou AVA para os que já conhecem. Chamado de LOVE e LOVE II e lançado como trilha sonoro em conjunto com o filme “The Lonely Astronaut”.
Formada pelo guitarrista e vocalista do Blink-182, Tom DeLonge, a banda reúne um aparato de guitarras virtuosas, efeitos de Teclado e Samplers, um baixo bem arquitetado e uma bateria muito consistente.
Uma das musicas que mais gosto deste disco e a Young London, que inclusive estou ouvindo enquanto escrevo este texto. Principalmente pela guitarra e seus efeitos.
Mas o AVA, por não possuir integrantes fixos, já sofreu muitas modificações. Já passaram pela banda Atom Willard, que já tocou no The Offspring, Ryan Sinn, Matt Wachter (The architect) 30 seconds to mars e hoje, o AVA conta com Ilan Rubin (Bateria, Baixo) e David Kennedy (guitarra e teclados), além do próprio DeLonge.
Eu sinceramente acho que Tom foi feliz com o AVA, se outrora não rolou com o BoxCar Racer, dessa vez ele achou o caminho, talvez um dos motivos de ter deixado o Blink de lado.
Além do AVA, Tom ainda segue com projetos paralelos como filmes (inclusive animados), Modlife (Um concentrador de artes dos músicos que utilizam o serviço), produtoras com sua esposa, gravadora etc. Na minha opinião, e como ele mesmo cita em suas redes sociais: “I’m a Businessman – Eu sou um cara de negócios.”
E vamos à tracklist:
1. “Et Ducit Mundum Per Luce”
2. “The Flight of Apollo”
3. “Young London”
4. “Shove”
5. “Epic Holiday”
6. “Hallucinations”
7. “The Moon-Atomic (…Fragments and Fictions)”
8. “Clever Love”
9. “Soul Survivor (…2012)
10. “Letters to God Part II”
11. “Some Origins of Fire”

[Aquário] A temperatura ideal….

term

Quanto tempo, não ?!
Realmente, a correria está demais ! Mas vou tentar me dedicar mais nos textos.

Meses atrás, conversando com alguns amigos aquariofilistas, entramos num tópico muito interessante, a temperatura ideal do aquário.
Você já parou pra pensar se a temperatura do seu “aqua” está de acordo com os habitantes do mesmo ? Não !! Você tem um problema, amigão !

Quando estamos montando ou já com o aquário pós ciclagem, populado com os habitantes que queremos, acabamos relaxando em alguns aspectos, muitas vezes deixamos a responsabilidade inteira no termostato ou, deixamos o aquário numa temperatura incompatível.

No meu caso, aquariofilista de água doce, procuro manter a temperatura entre 24°C e 28°C , no caso de aquários marinhos, a média é entre 24°C e 26°. Já tive espécies como Acará Disco, Acará Bandeira, Ramirezi, Rasbora, Borboletas, Coridoras, Paulistinhas, Neon Cardinal e Negro etc. Todos criados perfeitamente neste ambiente.

Se deixamos um aquário com espécies citadas acima em uma temperatura inferior à 23°C como exemplo, teremos problemas com ictios e bactérias que se desenvolvem em águas mais frias, se deixamos a temperatura acima dos 28°C, teremos um ambiente propicio à queima rápida de oxigênio e amônia mais abundante, explico:

Quando temos uma situação, de por exemplo 30°C ~32°C, o oxigênio da água tem mais dificuldade de ser dissolvido, causando um efeito sanfona no aquário, com isso, os animais fazem mais esforço para adquirir oxigênio, o metabolismo começa a ficar acelerado, o animal sente mais fome, haverá mais queima de oxigênio e mais gás carbônico disponível, o animal por comer mais, soltará mais dejetos na água, aumentando assim o índice de amônia.
Quando na verdade você acha que os habitantes estão se alimentando bem, eles estão comendo mais, pois estão fazendo mais esforço !!

Lógico que se você tem um sistema de oxigenação melhor do que o ideal, isso dificilmente poderá acontecer, mas, já imaginou se ocorre aquela queda de energia (Bem normal no Brasil) de 4 ou 5 horas ? Com certeza você vai sentir na pele essa teoria.

Por isso, sempre comento este “range” de temperatura, por ser segura para a maioria das espécies vendidas por ai.
Mesmo em tanques e aquários que não possuem sistemas para manter a temperatura, por serem enormes, o próprio ambiente colabora para isso, ou seja, a volumetria de água fica estável por si só.

E para finalizar, no mês de Maio/2015, completo 20 anos criando peixes de água doce e aprendendo sobre eles até hoje. Portanto, pretendo montar um top 10 ou 20 com as espécies que criei neste período, com posts no Instagram, com um link aqui para o site. Fiquem de olho !!

[  ]’s

Carlos Roberto.

Timeline

Abaixo, um pequeno Timeline que compõe minha trajetória como músico “hobbista”.

timeline

[Vapt Vupt!] https + httpa?

 

Berners-Lee-oshani-seneviratne_bv13_0
(À esquerda Tim Berners-Lee – O “Inventor” da web atual.)

Com as últimas notícias de uma suposta falha no protocolo TLS (Transport Layer Security), O MIT (Massachussetts Institute Technology) em parceria com a W3C propõe a criação de um protocolo de “responsabilidade” que trabalha em parceria com o TLS, este com o nome de httpa (Hypertext Transfer Protocol with Accountability)

No ambiente httpa, toda requisição e transmissão será armazenada em log, fazendo com que o proprietário de determinado dado saiba exatamente como e quando este dado está sendo usado.

Com este novo protocolo, a informação receberá um URI (Uniform Resource Identifier) e uma chave privada, ao ser solicitado um dado sensível, o ambiente encaminha as descrições e restrições quanto à utilização desse dado.

A transação é registrada em log, pela URI em uma rede segura e apartada, com serviços e servidores específicos para este tratamento, facilitando a forense em caso de uma suposta invasão.

O objetivo da W3C é que o serviço seja voluntário, ou seja, você pode querer aplicá-lo ou não.

TAGS: TLS   MIT   HTTPA   HTTPS  W3C

Álbum da Semana – Beastie Boys [Hello Nasty]

Hello_nasty

Em 1998 ocorreu uma mudança significativa na minha vida, uma mudança de bairro e colégio!

Meus pais compraram a tão sonhada casa própria, mas, não era no bairro que eu tanto amava e ainda amo – Penha – SP, foi um pouco mais distante – Cidade Líder – Itaquera – SP.

Desespero? Total! São quase 20km da Penha, um lugar que até então eu morei 16 anos!

Não conhecia ninguém no bairro, entrei em outro colégio no segundo semestre, naquele momento eu e meus irmãos éramos estranhos no ninho, mas, poucas semanas no novo colégio, este que na hora do intervalo tocava música, começa uma tal de “Intergalatic”. Eu, já era fã de B.B na época, curtia demais esse som. Eis que uma pessoa, de apelido PEU chega com seu amigo [Paulo] e diz: – Cara, você curte Beastie Boys? A resposta é imediata! – “O cara que não curte B.B precisa se tratar”. Ali surge uma amizade que dura até hoje.

Hello Nasty surge num momento complicado da música, se naquela época não existia Funk Ostentação, Sertanejo Universitário e coisas do tipo, em 1998 tinhamos Axé Music, Backstreet Boys, N’Sync (E as respectivas Boy Bands). Hello Nasty ficou um bom tempo nas mais pedidas da rádio e nos “Top Five” da aclamada emissora dos anos 90 – MTV.

CD completamente necessário pra quem curte a banda, que começou como banda de hardcore nos anos 80 (E eu acho foda os dois momentos). A banda é composta por: Michael Diamond (Mike D), Adam Yauch (MCA) e Adam Horovitz (Ad-rock). MCA faleceu o ano passado em decorrência de um câncer. Além dos três MC’s, o DJ é nada mais nada menos que Mix Master Mike, que sabe muito bem como tocar as bolachas!!!

Vamos ao Tracklist?

  1. “Super Disco Breakin”
  2. “The Move”
  3. “Remote Control”
  4. “Song For The Man”
  5. “Just a Test”
  6. “Body Movin'”
  7. “Intergalactic”
  8. “Sneakin’Out the Hospital”
  9. “Putting Shame in Your Game”
  10. “Flowin’ Prose”
  11. “And Me”
  12. “Three MC’s and One DJ”
  13. “Can’t, Won’t, Don’t Stop”
  14. “Song For Junior”
  15. “I Don’t Know”
  16. “The Negotiation Limerick File”
  17. “Electrify”
  18. “Picture This”
  19. “Unite”
  20. “Dedication”
  21. “Dr. Lee, PhD”
  22. “Instant Death”

TAGS: Beastie BoysHello NastyAdam Yauch – Ad-Rock

 

Apple compra a Beats by Dre

apple-buying-beats-headphonesE a novela teve fim! Apple adquire a Beats por cerca de U$ 3,2 Bilhões! Além de adquirir um bom mercado de fones de ouvido e gadgets da empresa, a compra ajudará na melhoria do iTunes Radio, serviço de streaming da Apple. A beats também possui um serviço de streaming, chamado beatsMusic, este que também colaborou devido ao “know how” envolvido no serviço.

TAGS: BeatsMusic Apple Beats by Dr. Dre

Qual filtro utilizar?

Quando estamos projetando um aquário, independente do porte, uma das primeiras perguntas que surgem é: “Qual tipo de filtragem devo usar ?”.

Essa pergunta, para os mais experientes é simples, mas, para os mais novatos é uma dor de cabeça enorme, devido à diferença de valores, dimensões, funcionamento etc entre eles.
Hoje em dia, o mercado de aquários é enorme, temos diversos tipos de filtros e mídias filtrantes, vamos à algumas:

  • Hang On

hangON

  • Sump ou Dry Wet

sump

  • Canister

unimax_500_plus_eu_b2

 

  • Filtros Internos

filtro_interno

Mas como funciona cada um? e em qual cenário devo utilizá-los?
Vamos montar 4 cenários: Aquário Plantado, Ciclídios Africanos, Comunitários e Peixes Primitivos ou de Grande Porte.

Antes de iniciarmos os cenários, quero ressaltar que a diferença entre SUMP e dry wet é que o SUMP fica embaixo do aquário, o Dry Wet é colado ou encostado nas costas do aquário. O que muda? Basicamente: vasão da bomba, manutenção do filtro e mídias, espaço maior na largura do móvel ou algo do tipo e mais alguns itens.

Os plantados são os mais exigentes, devido à matriz PH x Temperatura x Índices de Nitrato/Amônia x CO2 x Iluminação e claro a própria filtragem;
Com essa matriz, conseguimos determinar o filtro ideal, um aquário plantado não pode perder taxa de injeção de CO2, com isso a circulação de água entre o filtro e o aquário deve ser o mais compacto possível, ou seja, a água deve sair e entrar no aquário sem muito contato com partes externas, para evitar a fuga do CO2.
Sabemos que o canister cumpre bem este papel, ele possui duas mangueiras e uma central de filtragem selada, além de ter mídias filtrantes ideais para este cenário. Mas, o canister é um dos mecanismos filtrantes mais caros do mercado, passando de R$ 2.000,00 dependendo do tamanho do aquário e da autonomia de filtragem. Pra quem tem um aquário de até 100 litros nominais, um canister ideal fica em tornos de R$ 600,00, o que já fica mais acessível e se equipara com os demais filtros.

Deixa essa “estória” de plantados pra lá! Meu negócio mesmo sãos os ciclídeos africanos.
No caso do aquário de ciclídeos africanos já é mais tranquilo, a exigência na matriz é menos rigorosa: PH x Temperatura x Nitrato/Amônia, lógico que a atenção não pode ser menor.
A filtragem neste caso, deve ser levado em consideração pelo tamanho do aquário. Ou seja, se for um aquário muito grande (>500L) não compensa comprar um canister ou encher o mesmo de Hang On, um SUMP seria ideal. De repente, um sump com 20% (100L) da litragem nominal do aquário é ideal para este cenário, lembrando que um SUMP não é nada sem uma boa bomba para devolver a água filtrada. Vale lembrar também, que uma filtragem ideal é, no mínimo 3x(três vezes) a quantidade nominal, para um aquário de 500L, por exemplo, a bomba deve devolver no mínimo 1.500L/h.
Para ambientes menores, um filtro interno, Hang On ou Canister resolvem tranquilamente.

E nos comunitários, como fica?
Este ambiente é o mais complicado dos demais, por quê? É muito normal, as pessoas que estão iniciando, colocarem diversas espécies (PH, Temperatura etc) incompatíveis nas primeiras montagens. E neste caso, os filtros são fundamentais. Eu sinceramente acho que FishKeepers de fato não montam comunitários, e caso façam isso, com certeza, a compatibilidade é maior.
Então, no caso dos mais novatos, aconselho começar com aquários menores, com filtros hang on, espécies menores e com faixas de PH, por exemplo, começando com espécies mais tranquilas (barbus, paulistinha, lips, sumatras etc) com uma faixa de PH/temperatura tranquila de manter, com uma filtragem basicamente com mídias de perlon, carvão ativado até decidir e se aprofundar mais num determinado cenário. Não comece com filtros específicos como canister, porque de repente no futuro não será o filtro ideal.

Peixes Primitivos ou Jumbos (Aquário ou Tanques Externos)
Neste caso, se prepare para o investimento (não só dos filtros). Essas espécies geralmente ficam enormes, uma aruanã por exemplo, chega facilmente à 1m (1 Metro), e exigem aquários ou tanques bem generosos, além do que, essas espécies em sua maioria são territorialistas, geralmente nadam muito rapidamente e fazem muita, mas, muita sujeira.
Filtragem ideal? Com certeza o SUMP, muitas mídias filtrantes, se for em tanque, use filtro UV para erradicar filamentos de alga, para auxiliar, belos cascudos para ajudar na limpeza.

Espero ter ajudado neste pequeno resumo de filtragem.

As TAGS serão, respectivamente, representadas por uma espécie de cada cenário (Plantado, Ciclídeos Africanos, Comunitários e Jumbos/Primitivos)

TAGS:

Acará Disco, O Majestoso das águas doce.

fotos-do-acara-disco

Jack Dempsey, um dos mais belos dos ciclídeos africanos

NYX

Kinguios, um dos primeiros a popularem os comunitários

kinguio-cursos-cpt

Aruanã, pode chegar à 1,20m

aruana

 

 

Álbum da Semana – Pennywise [Pennywise]

pennywise-seltitledPennywise tem uma importância na minha adolescência roqueira, tanto quanto o Green Day. Mesma história, comecei à ouvir moleque e mesmo com quase 31 anos, ainda ouço na mesma vibe.

Mas, este cd “self titled” é realmente o melhor da banda na minha opinião. Lógico que todos são ótimos, até mesmo Full Circle, disco mais aclamado da banda perde para este na minha humilde opinião. É o primeiro disco da banda, músicas bem estruturadas, a famosa Bro Hymm, que virou hino, por citar a perda de um grande amigo da banda, chamado Jason Thirsk.

A primeira vez que ouvi, de cara, logo na primeira faixa – Wouldn’t It Be Nice, que já é uma bela porrada na batera,  percebi que seria um disco diferenciado.

Fora que eu já fui em dois shows da banda, e o que você ouve no cd, você ouve ao vivo!!

A história do nome da banda tem sim, tudo a ver com o palhaço Pennywise, aquele que se alimenta do medo das crianças, lembra? do Livro e filme IT do grande Stephen King.

E como eu conheci este disco? Mais um belo encontro!
Um amigo meu, que morava na mesma rua, chegou com um monte de cd’s, que um familiar dele desfez em uma mudança. Chegou lá em casa, me chamou e disse: – Beto, meu tio está se desfazendo de algumas coisas, porque ele esta se mudando da casa para um apartamento, ele é meio roqueiro e deixou esses cd’s comigo, você quer algum?

“Esses cd’s comigo” era nada mais, nada menos que Pennywise, U.S Bombs, Lagwagon e por ai vai…Lógico que eu fiquei com eles….

Chega de papo e vamos a tracklist?

  1. “Wouldn’t It Be Nice”
  2. “Rules”
  3. “The Secret”
  4. “Living for Today”
  5. “Come Out Fighting”
  6. “Homeless”
  7. “Open Door”
  8. “Pennywise”
  9. “Who’s to Blame”
  10. “Fun and Games”
  11. “Kodiak”
  12. “Side One”
  13. “No Reason Why”
  14. “Bro Hymn”

TAGS: Pennywise Oficial – Pennywise Wikipédia – Pennywise The Clown – Bro Hymn The Anthem – Stephen King

A super DAT

Quando comecei a trabalhar com TI, HD de 2GB era uma coisa fantástica. Mais pra frente, fui responsável em fazer o backup de todo parque de TI da Empresa que eu trabalhava. Naquela época, usávamos fita DAT de 800GB, o que me impressionou novamente.

Hoje, A Sony (mais uma vez) inova e lança uma fita DAT de nada mais nada menos do que 185TB (TeraBytes).
Nesta DAT, caberia por exemplo, todos os tweets do Twitter e ainda sobraria metade do espaço!

Link da notícia.

TAGS: Sony, Fita DAT